terça-feira, 30 de março de 2010

Cabane à sucre

Quando ainda estava no Brasil já sonhava em ir à cabane sucre para ver a famosa produçao de sirop d'érable. O Ministério de imigraçao organizou no último fim de semana um passeio a uma das diversas cabanes sucres espalhadas por aqui. Foi um dia bem agradável entre amigos, no estilo pique-nic na quinta da boa vista, só que no friozao do Québec.
sirop d'érable é produzido nas florestas à partir da seiva da árvore, aquela que tem a folha do símbolo do Canadá. Atualmente estamos na época da colheita, que é a partir do início da primavera. É galera, estamos na primavera e ainda há neve por todos os lados, mas a temperatura eu diria que está amena...rsrsrs. Segundo o carinha que explicou lá o processo, o ideal para colherem a seiva é quando a temperatura está negativa à noite e positiva durante o dia, por isso a primavera é a época ideal.
Os quebecas adoram, tudo eles cismam de colocar o tal do sirop, pra eles vale até em feijao! Docinho... mas bem menos do que o mel, é gostoso e nao chega a ser enjoativo como eu pensava.

Indo no busao amarelinho. Os ônibus pra levar as criancinhas pra escola que sao tb de passeio por aqui, inclusive passeios da universidade.

A cantoria...

De raquette para passear na floresta senao a gente afunda.

Foto by Mariane

Foto by Fabiana

Coloca o sirop na neve mesmo pra fazer o « pirulito », vulgo tire sirop d'érable.

Imagina se eu nao gostei... e quanto mais neve melhor!!

7 comentários:

Karol disse...

Oi Giselle!

Muito legal mesmo a cabana à sucre, pena que eu ainda não tive a oportunidade de ir. Neste mesmo dia eu encontrei, no ônibus, por um acaso um casal de brasileiros que também tinha ido para este mesmo passeio.

beijos!

Fabiana Campos disse...

Nossa, 2 posts de uma vez??? uau.
Gi, o blog tá lindo!!! fazia tempo que não via, pois só leio pelo bloglines. Parabéns!!!

Giselle e Rogério disse...

Pois é Fabiana, vc falou tanto q agora me esforço para mantê-lo minimamente atualizado...hihihi

Bjs!

Taty disse...

meu, que show... congelado na neve.. eu querooooooo

Alice, Paulo e Lucas disse...

É isso aí Giselle!
A gente tem mesmo que se adaptar e curtir o que o Québec tem para nos oferecer. Nada de ficar lamentando o que perdemos. Só não se me acostumo a come feijão doce... sei não!

Giselle e Rogério disse...

Alice, feijao doce eu tenho alguns traumas, nao como tb nao!rsrs. Assim q cheguei aqui e vi no mercado a latinha de feijao, comprei e fui comer achando q era o nosso feijaozinho brasileiro.Mas era doce...Aff! depois disso, nada de érable no feijao! rsrsrsrs

Juliana disse...

Ola Gisele
Estou preenchendo meu pedido de equivalencia de estudos, e estou com umas dúvidas quanto ao preenchimento em relação ao curso técnico.
Agradeço se me retornar! meu e-mail é juliana.longen@hotmail.com

abraços